sábado, 1 de novembro de 2008

Matemática. Por que ensinar? Por que aprender?

A Matemática é uma disciplina que faz parte de todos os sistemas educacionais conhecidos. Este fato decorre da necessidade cotidiana que o ser humano tem de medir, comparar, quantificar, analisar. Nenhuma religião, nenhuma língua, nenhuma medicina se universalizou. A Matemática, entretanto, identificada como sendo a ciência do pensamento lógico e racional é a mesma para toda a humanidade, adquirindo, por esse motivo, o caráter da universalidade. O ser humano é um ser racional, e esta já seria, por si só, uma razão suficiente, ainda que romântica, para se ensinar e aprender Matemática.
Como motivos práticos, que justificam o aprendizado da Matemática, podemos destacar que ela:


  • nos ajuda a pensar e a ordenar de maneira lógica o raciocínio;

  • é um instrumento indispensável para outras ciências, como a Física, a Química, a Astronomia, a Biologia, a Engenharia, a Medicina, etc.;

  • nos capacita, através da análise e da interpretação dos fatos, a resolver as diferentes situações que se nos apresentam no dia a dia.

Transcreveu Malba Tahan em seu livro As Maravilhas da Matemática, o trecho abaixo de autoria de Edward Everett (1794 - 1865) em Orações e Discursos:
"A Matemática existiu não unicamente nos domínios da Metafísica, mas na simples contemplação real da razão suprema. A razão humana, em sua inspiração, percorrendo toda natureza e a vida em busca de imaginação para expressar a sabedoria e o poder de Deus, encontra a Matemática simbolizada no engenho da obra do Criador. “Deus dimensionou os céus como se usasse régua e compasso”. E um sábio antigo, sem falsidade ou irreverência, ousou dizer: “Deus é um geômetra.”
 
Francisco Ismael Reis
AssinaturaFundoCla
01/11/2008

0 comentários:

Postar um comentário