domingo, 2 de novembro de 2008

Como estudar Matemática?

Somente se aprende Matemática exercitando o pensamento Matemático.

Estudar Matemática é um procedimento que varia de aluno para aluno conforme os hábitos, as predisposições, as capacidades, as motivações, os interesses e os conhecimentos de cada um. Cada aluno deve, portanto, testar alguns procedimentos e adotar aquele que melhor se adapte às suas necessidades.
Alguns procedimentos, que certamente irão ajudá-lo, podem ser recomendados:

  • Nunca deixe acumular matéria.

    Para saber é necessário estudar com regularidade, persistência e dedicação. Não basta estudar na véspera de uma prova. Os conceitos matemáticos não se aprendem de um momento para o outro e exigem um tempo para que sejam devidamente assimilados. São a regularidade do estudo e a persistência que reforçam o conhecimento.
  • Não se deixe enganar “copiando” as tarefas de seus colegas.
Quem usa esse recurso:


    • Não desenvolve o seu raciocínio;
    • Não adquire poder crítico;
    • Não investe em si mesmo;
    • Perde a auto-confiança e a auto-estima levando-o a se achar um incompetente para resolver as tarefas e os problemas do dia-a-dia;
    • Não se esforça pelo que deseja mas apóia-se nos outros para atingir os seus objetivos;
    • Diminui as suas capacidades;
    • Torna-se gradualmente passivo;
    • É banalizado por aqueles que fazem;
    • Não decide por si, mas pelos outros.
Como se estuda então Matemática?
Antes de mais nada com lápis e papel ao seu lado.

Na sala de aula:



    • Procure retirar todas as dúvidas surgidas;
    • Mantenha-se sempre muito atento à aula;
    • Mantenha o caderno sempre atualizado e com boa apresentação;
    • Esforce-se por anotar tudo, desde o que está escrito no quadro ao que o professor diz, destacando os pontos mais importantes;
    • Não se distraia, nem aos colegas. A falta de atenção é a maior responsável pelo insucesso.
Em casa:



    • Estude diariamente, procurando um local de estudo apropriado, sossegado e deixando sempre algum tempo para o lazer;
    • Concentre-se no assunto que está estudando. A televisão, rádio, telefone e similares são fatores que diminuem muito o poder de concentração;
    • Leia em voz alta. É um ótimo procedimento para você se concentrar;
    • Comece por resolver os problemas mais simples e depois parta para os mais difíceis. Não tente resolver os exercícios antes de ter estudado devidamente a matéria, olhando com atenção as anotações e os exercícios feitos em sala de aula;
    • Não é aconselhável resolver muitos problemas do mesmo tipo. Preocupe-se antes com os exercícios que ainda não sabe resolver. A mecanização é fator secundário, a compreensão é o principal.

      Prof. Francisco Ismael Reis

AssinaturaFundoCla

02/11/2008

1 comentários:

Anônimo disse...

Professor, gostaria de dizer que para mim o sr foi um pessimo professor. O senhor me entuxava de exercicios achando que assim eu aprenderia melhor, e agora, saiu uma noticia na internet que comprova minha teoria: qualquer materia deve ser ensinadas em pressao e nao pressionando com 100 exercicios de lição de casa. Nao sei se o sr vai entender/concordar, afinal o sr é de exatas, e foca nos calculos.
Hoje tenho baixa autoestima e sou tudo o que o sr falou, nao foi so o sr que contribui para isso, na escola todos eram vagabundos e eu era esforçado, mas diziam que eu era certinho demais, e dai virei o que o sr menciona acima.
Talvez o sr devesse citar no site que bullying tambem é errado. Alias, gostaria de perguntar, como anda a vida escolar hoje em dia? Ainda há muito bullying? Me formei em 2007 caso esteja curioso. E se te conforma, tive poucos professores bons. Mas nenhum elogiou minha performance. Pense nisso, elogiar ajuda a construir a autoestima, tao falada por ai.
Um dia quem sabe,a escola vai se tornar um ambiente em que a individualidade de cada aluno seja respeitada e nao so da maioria.

Postar um comentário