sábado, 21 de fevereiro de 2009

A evolução do ensino da Matemática

Cada vez mais, ... menos.

Semana passada comprei um produto que custou R$ 1,58. Dei à balconista R$ 2,00 e entreguei mais 8 centavos, para evitar receber ainda mais moedas.

A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 50 centavos de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.

Ficou com lágrimas nos olhos, enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1960, que foi assim:

  • 1. Ensino de matemática em 1960:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda .
Qual é o lucro?

  • 2. Ensino de matemática em 1970:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00.
Qual é o lucro?

  • 3. Ensino de matemática em 1980:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

  • 4. Ensino de matemática em 1990:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00
( )R$40,00
( )R$60,00
( )R$80,00
( )R$100,00

  • 5. Ensino de matemática em 2000:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM
( ) NÃO

  • 6. Ensino de matemática em 2008:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um 'X' no R$ 20,00.
( )R$20,00
( )R$40,00
( )R$60,00
( )R$80,00
( )R$100,00

 

Bons tempos que não voltam mais !!!!!

Nota: O conteúdo desta postagem me foi enviado por e-mail por uma querida colega de profissão, a Professora Gerda Stoll, que além ser uma autoridade e referência no ensino da Química é para mim, acima de tudo, um exemplo de vida.

0 comentários:

Postar um comentário