quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Arredondamentos

 

Resultado de imagem para arredondamentos em matemáticaEm muitas situações do dia a dia, principalmente quando trabalhamos com números muito grandes ou números com muitas casas decimais, não é necessário que o façamos com os valores exatos. Por vezes, para facilitar os cálculos e até mesmo a leitura desses números, é interessante que façamos arredondamentos.

 

Vamos considerar dois casos:

 

  • Arredondamento com números decimais

Inicialmente devemos decidir com quantas casas decimais queremos trabalhar e eliminar aquelas que não nos interessam. Feito isso, vamos olhar para o primeiro algarismo à direita daqueles que permanecerão. Se esse algarismo for menor que 5, nada muda, caso contrário, aumentamos o último algarismo do número com que queremos ficar de 1 unidade.

Acompanhe os exemplos:

Número

Casas decimais

Arredondamento

Como fica

82,274369

4

82,2743|69

82,2744

82,274369

3

82,274|369

82,274

82,274369

2

82,27|4369

82,27

82,274369

1

82,2|74369

82,3

 

  • Arredondamento com números inteiros

Com números grandes, o arredondamento é feito de acordo com a ordem desejada, seguindo-se a mesma lógica utilizada no arredondamento dos números decimais.

Relembremos como se classificam os números em classes e ordens.

image

Observe agora os exemplos a seguir:

Número Ordem Arredondamento Como fica
419.735.237 dezena 419.735.23|7 419.735.240
419.735.237 centena 419.735.2|37 419.735.200
419.735.237 u. de milhar 419.735.|237 419.735.000
419.735.237 u. de milhão 419.|735.237 420.000.000

 

Francisco Ismael Reis.

AssinaturaFundoCla

04/01/2017.

O número do sapato

 

 

Resultado de imagem para sapatos pre históricos ilustraçõesA história dos calçados começa quando o homem percebeu que seus pés eram sensíveis e precisavam de proteção para ajudá-lo a se locomover através dos diferentes tipos de solo, principalmente os mais pedregosos.

Acredita-se que o ofício de sapateiro tenha nascido com os antigos egípcios por volta de 1500 A.C.

 

CevadaEntretanto, foi no século XIII, na Inglaterra, que o rei Eduardo I estabeleceu que uma polegada (2,54 cm, o tamanho do seu polegar) seria o equivalente a 3 grãos de cevada secos e alinhados. Surgia, assim, a primeira padronização para se medir o tamanho dos sapatos e uma nova unidade métrica, o ponto. Dessa forma, ao pé de uma pessoa que medisse 40 grãos de cevada de comprimento, seria associado número 40. Esse padrão é utilizado, ainda hoje, na Inglaterra e nos Estados Unidos.

Países, como o Brasil, adotam sistemas diferentes desse, mas baseados na ideia de ponto. Aqui, o ponto equivale a 2/3 de cm (0,66 cm).

Para escrevermos a função que expressa o número do nosso sapato, vamos chamar de s à variável dependente que representa, em pontos, o número do sapato e de x à variável independente que representa, em centímetros, o comprimento do pé.

Assim:

Fórmula2

Dessa maneira, a um pé cujo comprimento seja de 26 cm, corresponderá, em pontos, o número:

Fórmula3

No Brasil, outro modo de se relacionar o número do sapato com o tamanho do pé (em centímetros) é através da fórmula:

Fórmula

Francisco Ismael Reis

AssinaturaFundoCla

04/01/2017.